AS CONTRIBUIÇÕES DAS MAQUETES TÁTEIS NA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL DOS MUSEUS

TEREZINHA DE J. P. DA SILVA, SANTOS SEVERINO P. DOS, AUGUSTO E. PAASHAUS NETO

Resumo


O artigo tem como objetivos demonstrar como as maquetes podem auxiliar na percepção dos bens culturais para os deficientes visuais e nas atividades de educação patrimonial. O objeto de estudo compreendeu a Estação do Brum, atual Memorial da Justiça do Estado de Pernambuco, situada no bairro do Recife. Para entendimento do tema e seus objetivos foram selecionados os seguintes conceitos: acessibilidade, deficientes visuais, maquetes táteis, aspectos ergonômicos das maquetes e educação patrimonial. A relevância do trabalho se dá pela carência de modelos que auxiliem na percepção volumétrica e espacial dos bens tombados para os deficientes visuais, assim como atendimento às leis sobre acessibilidade. A metodologia de desenvolvimento do artigo tomou como base: procedimentos que permitiram a caracterização física do edifício; aspectos teóricos relacionados com a Educação Patrimonial ; avaliações por deficientes visuais e considerações finais.Como resultados finais foram obtidos: 1) seis modelos, nas escalas 1/100 , considerados satisfatórios pelos deficientes Visuais da APEC; 2) o fácil manuseio das maquetes por conta de materiais leves e 3)o pedido dos avaliadores da APEC  para a realização de mais modelos que retratem os bens culturais de Pernambuco de modo a se ter uma maior inclusão social no conhecimento dos edifícios históricos.


Referências


ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – No 9050.2004 – Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/sites/default/files/arquivos/%5Bfield_generico_imagens-filefield-description%5D_24.pdfAcessado em : 8/2/2014.

ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – No 15599 .2008– Acessibilidade – Comunicacional na prestação de serviços. http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/sites/default/files/arquivos/%5Bfield_generico_imagens-filefield-description%5D_21.pdf.Acessado em 8/2/2014.

Brasil – Decreto No 5296 de 2 de dezembro de 2004. Normas sobre acessibilidade.

Destefani, Andrea. (2009).Verificação da usabilidade de instrumento de leitura tátil e sonoro representativo de espaço arquitetônico da Biblioteca Central Cesar Lattes da Unicamp. Relatório Final.

ICOM – Museu http://pt.wikipedia.org/wiki/Museu.Acessado em: 15/5/2014

IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. 2003. Instrução Normativa No 1.Acessibilidade em bens imóveis acautelados em nível federal, e outras categorias, conforme especifica. http://portal.iphan.gov.br/portal/baixaFcdAnexo.do?id=355.Acessado em :8/2/2014.

Fundarpe - Fundação do Patrimônio Histórico do Estado de Pernambuco.1991. Processo da Estação do Brum. No de Ordem 060, p.18.

GRIESBRECHT, Ralph M. Estações Ferroviárias- Estação do Brum. Fonte:http://www.estacoesferroviarias.com.br/efcp_pe/brum.htm. Acessado em: 31/3/2013).

Iida, Itiro. 2002.Ergonomia : Projeto e Produção. São Paulo: Editora Edgard Blücher Ltda.

Lopes, Hélvio Polito. Arquiteto e Professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UFPE.Orientações em aula.

Mapas – www.mapasparacolorir.com.br . Acessado em 1/10/2013.

Pilar Produtos Alimentícios.2005. http://pt.wikipedia.org/wiki/Pilar_Produtos_Aliment%C3%ADcios.Acessado em 7/2/2014.

Silva, Terezinha de J. P da. (2013), “O Patrimônio cultural do Poder Judiciário em Pernambuco”, Olinda: Livro Rápido. pp. 30-45.

Tossetto, Ana Paula. 2005. Percepção visual e háptica de comprimentos de linhas apresentadas de diferentes formas. Dissertação de mestrado.Faculdade de Filosofia Ciências e Letras – Ribeirão Preto – USP –SP.

Vieira, Ari.Sistema háptico ou tato ativo para pessoas com deficiência visual.2014. http://arivieiracet.blogspot.com.br/2010/08/sistema-haptico-ou-tato-ativo-para.htmlAcessado em: 15/2/2014.

Zevi, Bruno. 1978.Saber ver a arquitetura. Trad. Maria Isabel Gaspar e Gaëtan Martins de Oliveira. São Paulo: Martins Fontes.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.